quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Projecto Limpar Portugal


Vivemos num país repleto de belas paisagens mas, infelizmente, todos os dias as vemos invadidas por lixo que aí é ilegalmente depositado.

Partindo do relato de um projecto desenvolvido na Estónia em 2008, um grupo de amigos decidiu colocar “Mãos à Obra” e propor “Vamos limpar a floresta portuguesa num só dia”. Em poucos dias estava em marcha um movimento cívico que conta já com cerca de 6000 voluntários.

Neste momento já muitas pessoas acreditam que é possível. O objectivo é juntar o maior número de voluntários e parceiros, para que todos juntos possamos, no dia 20 de Março de 2010, fazer algo de essencial por nós, por Portugal, pelo planeta, e pelo futuro dos nossos filhos.

Muito ainda há a fazer, pelo que toda a ajuda é bem vinda!

Quem quiser ajudar como voluntário só tem que consultar o sítio do projecto na internet, www.limparportugal.org , onde tem toda a informação de como o fazer.

O projecto Limpar Portugal também está aberto a parcerias com instituições e empresas, públicas e/ou privadas, que, através da cedência de meios (humanos e/ou materiais à excepção de dinheiro) estejam interessadas em dar o seu apoio ao movimento.

No dia 20 de Março de 2010, por um dia, vamos fazer parte da solução deixando de ser parte do problema.

“Limpar Portugal? Nós vamos fazê-lo! E tu? Vais ficar em casa?"

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Trilho da Preguiça

Trilho da Preguiça: Percurso interpretativo da ecologia do Carvalhal. Percurso pedestre PR 10(TBR) do Parque Nacional da Peneda-Gerês



19/09/2009
Em jeito de despedida, antes de rumar para Sul de férias, resolvi fazer o trilho da Preguiça na companhia da Sandra Macedo.Numa tarde que prometia ser muito quente, este pareceu me o trilho recomendado por ser rico em sombras e cursos de água, coisa indispensável num dia de Verão como aquele...
Apesar da subida inicial um pouco íngreme, e da notória falta de água que ja se fazia sentir, o percurso revelou se bastante acessivel e agradável de se fazer...A falta de água fazia se sentir de tal forma, que até a cascata de Leonte parecia ter desaparecido como por magia, vendo se apenas um resistente fio de agua deslizando até ao chão...A cascata da Lage por seu lado parecia um pouco melhor mas mesmo assim com níveis de água muito baixos.
Finalmente regressamos ao nosso ponto de partida,(Casa de Abrigo da Preguiça) dando por terminado mais este percurso em aproximadamente 2 horas...mais uma pequena mas sempre deslumbrante caminhada, no mais belo cantinho do Mundo...







Fotografia: David Gonçalves

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Peneda-Gerês com plano de ordenamento em discussão pública

Documento será analisado em sessões públicas nos cinco concelhos



Arranca hoje, quarta-feira, e prolonga-se até 2 de Dezembro a discussão pública à proposta de novo Plano de Ordenamento do parque Nacional Peneda-Gerês. O documento teve o contributo de 17 entidades e substituirá o plano de 1995.

O novo plano de ordenamento do parque nacional que hoje entra em discussão pública apresenta mudanças significativas, procurando uma melhor adaptação á realidade. O director do Departamento de Áreas Classificadas do Norte, Lagido Domingos exemplificou com o caso das zonas de protecção total que no anterior plano interditava a visitação.

Na elaboração do documento foram "usadas ferramentas informáticas que permitem o melhor conhecimento do território. Queremos pensar na forma como gerir o território, antes de termos que o gerir. Fizemos avaliação dos estrangulamentos e das potencialidades".

Para tal foi criada uma comissão científica que contribuiu para a acção da comissão mista que, numa primeira instância, "elaborou uma carta de ordenamento (com particular atenção à defesa dos valores naturais e sem esquecer os usos) virada para o século XXI e com preocupações das populações que habitam o parque".

"Queremos retirar o demasiado peso da administração do parque que, em certas situações, era sufocante na vida das pessoas. Qualquer construção carecia de parecer", sintetiza Lagido Domingos. Agora, os núcleos urbanos passam a ser da responsabilidade das autarquias, cujos PDM já devem incorporar essa lógica. A excepção aplica-se aos núcleos acima dos 900 metros de altitude.

No novo plano há espaço para a micro-geração, na área das energias limpas, mas as eólicas e mini-hídricas ficam de fora. Quanto à integração na rede das áreas naturais mais importantes na Europa, PAN Parks, Lagido Domingos salientou que "o Parque Peneda-Gerês é o que é com as suas gentes. Não vamos fazer um fato à medida do PAN Parks. O pastoreio em zona de rede natural poderia inviabilizar, mas o plano prevê o pastoreio em moldes tradicionais, indo até à zona de protecção total, inclusive. O pastoreio tradicional tem regras, organizadas pelos compartes dos baldios".

A primeira sessão pública de esclarecimento decorre dia 11 de Novembro, às 18 horas na Sala Multiusos em Montalegre.

PEDRO VILA-CHÃ in JN

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Vamos Limpar o PNPG - Acto II...Missão Cumprida!


Já está limpo!Ou pelo menos bem melhor do que estava...
Foi assim que um grupo de 12 pessoas, dedicou o dia de Sábado, 17 de Outubro de 2009 á limpeza das Minas de Carris e zona envolvente...e bem que se pode dizer, Missão cumprida!
Obrigado mais uma vez ao Rui pelo empenho e dedicação na organização e participação de mais esta iniciativa...
A todos os outros pela boa companhia e simpatia com que receberam aqui o caloiro...
Ao Sr.Domingos pela conversa e transmissão de conhecimentos na parte final da descida...É de louvar o que o Sr.Domingos fez nesse dia, tendo em conta as limitações físicas em que se encontrava...Só alguem apaixonado pela sua profissão, poderia fazer o que este Senhor fez no dia de sábado...
Esperemos que esta actividade de limpeza resulte para uma maior sensabilização de todos para um mal em que somos todos parte do problema mas também parte da solução...
Depende só de nós, tornar este "cantinho mais belo do Mundo", tal como tantos outros pelo Planeta Terra espalhados...um lugar melhor para se viver...

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Vamos limpar o PNPG - Acto II

Depois da 1º iniciativa realizada no mês passado, amanhã um grupo com cerca de 15 pessoas vai agora limpar a zona de Carris e do Vale do Alto Homem...
Mãos á Obra!A luta continua...
Mais informações em: carris-geres.blogspot.com



Fotografia: David Gonçalves

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

O Esquilo



Particularmente abundante no interior do PNPG, depois de algumas décadas de expansão ao longo do ultimo quartel do seculo XX a partir da raia galega, o esquilo é uma espécie inconfundível da fauna geresiana, graças a uma pelagem castanho-avermelhada, uma cauda longa e peluda e tufos distintivos nas orelhas que se mantém durante o Inverno. Apesar de exclusivamente diurno, este pequeno e ágil mamífero arborícola, que se alimenta principalmente de sementes de diversas espécies de árvores, não se revela fácil de observar e de fotografar. Com efeito, detectar um esquilo no interior sombrio de um bosque poderá revelar-se uma tarefa, no minimo, morosa. Para o encontrar deve, em primeiro lugar, procurar vestígios da sua presença, nomeadamente restos de refeições(pinhas ou sementes roídas) que se encontram geralmente no chão, junto de árvores maduras com um bom potencialde alimento. Depois, devidamente camuflado, munido de binóculos, de uma boa dose de paciência e persistência, bastar-lhe-á esperar.




In: Passeios e percursos irrepetíveis - Parque Nacional Peneda Gerês
De: Manuel Nunes / Jorge Nunes
Editora: Alhena Media

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Citação II


"A natureza dá a cada época e estação algumas belezas peculiares; e da manhã até a noite, como do berço ao túmulo, nada mais é que um sucessão de mudanças tão gentis e suaves que quase não conseguimos perceber os seus progressos." (Charles Dickens)

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Trilho da Calcedónia

04-07-2009

Presenteados com um belo dia de sol a fazer lembrar que o Verão estava a começar, eu e Abel Vieira começamos a subir a ingreme encosta com que nos iamos deparando,rumo á Fenda da Calcedónia, tarefa que não se revelou tão simples como eu pensava. O trilho não dava tréguas e foi algo penoso chegar ao cimo um pouco por culpa das temperaturas acima da média que o termómetro ia registando...Chegados á entrada da fenda logo verificamos que não estavamos ss, um grupo tinha acabado de sair e mal tinhamos acabado de entrar na fenda já outro grupo atrás de nós se preparava para nos seguir...
A “travessia”, da fenda mostrou-se bastante complicada um pouco tambem por ser a 1ª vez para ambos, e estarmos bastante cautelosos pois as paredes apresentavam se bastante húmidas e escorregadias. A progressão fez se lentamente mas por fim conseguimos sair e logo fomos presenteados pela paisagem deslumbrante da Calcedónia e mais ao fundo da Barragem da Caniçada e montes envolventes...É nestes momentos que todo o cansaço desapareçe e todo o esforço despendido até aí é justificado numa só paisagem em breve segundos o Mundo pára, o silêncio invade nos e perdemo-nos naquele verde infinito...
Na descida apesar de alguma confusão inicial ao perdermos o trilho temporariamente, foi feita calmamente apreciando calmamente as magníficas paisagens e observando o belíssimo entardecer que se ia pondo na Serra do Gerês...finalmente estávamos de regresso ao ponto de partida,4 horas depois(tal como a placa informativa indica),um pouco mais cansados mas com mais algumas belas imagens e recordações na nossa memória daquele que é e sempre será o mais belo cantinho do Mundo...


Fotografia:David Gonçalves/Abel Vieira
Ocorreu um erro neste gadget