quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Aprovada revisão dos planos de ordenamento da Peneda-Gerês e Sudoeste Alentejano


A revisão dos planos de ordenamento do Parque Nacional da Peneda-Gerês e do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina foi aprovada hoje em Conselho de Ministros.

Na Peneda-Gerês, área protegida criada há 40 anos, a revisão do plano de ordenamento introduz regimes de diferenciação positiva dos residentes. Assim, “passa a ser permitido, mesmo em áreas de protecção total, o pastoreio tradicional, práticas tradicionais de apicultura, de roça de mato, de corte e apanha de lenha e de recolha de frutos e cogumelos silvestres, bem como a circulação e a visitação”, segundo um comunicado do Conselho de Ministros.

Ficam mais bem definidas as áreas sujeitas a regimes de protecção e é aumentado o regime de protecção das áreas de mais elevada relevância ambiental.

Entre as novidades está ainda a simplificação dos “procedimentos de autorização e de emissão de parecer pelo Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, em especial dos procedimentos de controlo prévio das operações urbanísticas”.

Esta revisão do documento melhora as “condições de visita da área do Parque” e as “condições de acolhimento dos visitantes” através, nomeadamente, das Portas do Parque, estruturas-âncora da visitação da região.


In: Ecosfera - Público
Fotografia.david Gonçalves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget